Arquivo

Posts Tagged ‘Plantas’

Primavera

setembro 23, 2010 Deixe um comentário

Hey oh, pupilos do Capitão Planeta!
Já salvaram o planeta hoje?

Hoje é dia 23 de Setembro. O que isso quer dizer?!
Tchan tchan tchan tchaaaaan…

Isso quer dizer que:
Comemora-se, hoje, 174 anos da descoberta do planeta Netuno.

Êê~EÊÊê~E~ê~EÊ~!1!!

Ok, Netuno, agora vamos ao que interessa.
Dia 23 de Setembro é o dia em que se inicia a primavera no hemisfério sul.
Época das flores, das abelhas voando pra lá e pra cá, dos beija-flores serelepes em vastos campos verdejantes, das chuvas finas que molham o jardim…

Para comemorar o início desta estação tão tchuk-tchuk, eis algumas curiosidades a respeito.

1) A primavera, do latim prima verna, ou primeiro verão, é a primeira das quatro estações.

2) Na primavera, além de mais quentes, os dias se tornam mais longos e as noites, mais curtas.

3) Somente durante a primavera e o outono que o sol nasce rigorosamente a leste e se põe a oeste.

4) É na primavera e no outono que ocorrem os equinócios, nome dado pelos romanos provenienente do latim aequus (igual) e nox (noite). Nesta posição, toda a Terra é iluminada por igual, onde o dia e a noite duram 12 horas cada.

5) A cerejeira é uma árvore cuja floração é muito comemorada pelos japoneses, pois este fenômeno também representa a chegada da primavera, conhecida como haru. É a estação mais esperada do ano no Japão, já que lá o inverno é muito rigoroso.

6) As estações estão tradicionalmente associadas ao ciclo anual das plantas, especialmente àquelas cultivadas. A primavera é conhecida como o tempo do plantio e da germinação.

7) Há o registro de um rito praticado pelos índios da região central do Brasil no dia do equinócio. Antes do amanhecer, o pajé levava uma bola de látex ao extremo leste da rua central que dividia a aldeia em norte e sul. Então, ao nascer do Sol, a bola era entregue a uma fileira de guerreiros do norte, que a passavam aos do sul. Dessa forma, o rito imitava a dança do Sol, passando de um hemisfério para o outro no dia do equinócio.

8 ) Os gregos, egípcios, sumérios, babilônios e celtas foram povos que agradeciam à “mãe terra” tudo o que ela lhes oferecia (alimentos, curas e riquezas) em cerimônias realizadas nos equinócios e solstícios.

9) A primavera, em quase todas as tradições, é tida como a fase de fertilidade e beleza da “mãe terra“.

10) É a estação que precede o verão.

Não entendeu? Clique na imagem.

 

Essa curiosidade de número 10 foi zoada. Não tinha outra curiosidade pra colocar e coloquei essa.
Enfim, meus caros.
Eu não poderia deixar de marcar aqui no blog a chegada dessa fase do ano tão agradável.
Na minha cidade é sempre verão, mas…

See u all soon, readers…
😀


KM ‘

Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias #018

agosto 10, 2010 Deixe um comentário

O “Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias” publicado semanal ou mensalmente ¬¬ atinge a maioridade!
Êê~eêÊe~E~e~eê!
18. Entendeu?

Eu sei que vocês ficam ávidos por mais um post deste blogueiro que vos escreve neste momento.
Eu já comentei aqui que estou trabalhando, não é?
Pois é. Eu sei que já comentei. Foi uma pergunta retórica. Só quis ressaltar porque gostei da sonoridade da palavra “trabalho”.

Ai, KM… Por que você sempre tem que bater um papinho informal e entediante no começo dos seus posts?
Resposta: Para manter um vínculo afetivo com os queridos leitores.
Tá, é mentira.
É só vontade de descontrair mesmo.

Vamos, pois, ao post de hoje.

– Imagine a cena –

Haja vista que a prolixidade polinêmica é um estado da pseudocodopsia cambriana, será que a ficoeritrina é também um componente da minha estrutura?
Pensar nisso me estressa às vezes…

A partir do pensamento a seguir, pode-se inferir que ele pertence a:

a) Um nerd ;
b) Um pseudocult;
c) Uma cacatua caolha;
d) Uma planta;
e) Um coral.

Se você chutou a alternativa número c), meus parabéns: Você errou!
Se chutou uma das duas óbvias a) ou b), advinhem… Erraram.

Sobraram, pois, a d) e a e). anabolizante?

Vamos então à revelação bombástica do dia:

Eu nunca mais dormirei com a consciência tranquila depois de ler esta informação.
Tá, é mentira.
Vamos à explicação científica para tal:

Plantas estão aptas a ‘lembrar’ e ‘reagir’ à informação contida na luz, segundo pesquisadores.
Plantas, dizem os cientistas, transmitem informação sobre a intensidade e a qualidade da luz de uma folha para outra de modo similar ao nossos sistemas nervosos.
Esses ‘sinais eletroquímicos’ são carregados pelas células que agem como ‘nervos’ das plantas.
Em seus experimentos, os cientistas mostraram que a luz que brilhou em uma folha fez com que toda a planta respondesse.
E a reação, que tomou a forma de reações químicas induzidas pela luz nas folhas, continuou no escuro.
Isto mostrou, segundo eles, que a planta ‘lembrou’ da informação contida na luz.

BBC

Incrível, não é?!
Ai, KM, não entendi nada…

A plantinha tá no escuro. Ilumina-se uma única folha.
A plantinha toda recebe o sinal luminoso mesmo com uma única parte iluminada.

E o que diabos isso tem a ver com o pensamento?

Bem, como eu estou com extrema preguiça de explicar o processo, clique aqui para visualizar o link do blog “Tudo sobre plantas”.
Super recomendado mesmo.
É uma curiosidade interessante e vale a pena a leitura.

Vou dormir com medo do que a grama pensa de mim quando piso sobre ela…

That’s all for now! 😀

Se você, assim como o autor deste post, achou que isso ficou extremamente desconexo e confuso, vote com as estrelinhas aí embaixo.

via, via.


KM ‘

%d blogueiros gostam disto: