Arquivo

Posts Tagged ‘Saúde’

6 de setembro – Dia do Sexo

setembro 6, 2010 Deixe um comentário

WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOW!

Então, caros navegantes e pupilos do Sr. Miyagi, como vão?
Hoje, vamos falar sobre SEXO.
* Êê~eÊÊe~EÊÊê~eE! *

Acalmem-se, adolescentes e pré-adolescentes. Vocês não terão fotos da Megan Fox ou da Pietra Príncipe de Lucca disponíveis aqui neste blog.
Vamos falar sobre esse dia criado para que os casais de duas ou mais pessoas(?) se dedicassem àquilo que originou o universo a vida humana!

Mais uma jogada de marketing que deu certo, o dia do sexo surgiu em 2008 para promover uma marca de preservativos, e teve direito a festa com grande comemoração na praia de Maresias intitulada Dia do Sexo Celebration no Beach Club Sirena. A marca de preservativos que promoveu a festa foi a Olla em conjunto com a agência Age.

A data deu tão certo que de lá para cá passamos a comemorar o dia do sexo no dia 6 de setembro, também pudera, véspera de feriado, ou como no caso desse feriadão! As pessoas têm mais é que aproveitar já que nosso povo adora uma festinha.

Não precisa falar dos benefícios do sexo, todo mundo já sabe que sexo é vida, rejuvenesce, faz bem para a pele e além de tudo nos deixa com a autoestima elevada. A data pode ser comemorada em grande estilo para realizar as fatasias mais quentes.

Assim surgiu, então, o dia do sexo.

Como estou numa fase onde a preguiça impera, vamos às perguntas do público(?) :

• Ah, KM… Por que eles colocaram isso logo no dia 6 de Setembro?

Ora, por um motivo óbvio: 6 de Setembro. Setembro é o mês 9 (nove). Logo…
Bem, se você não entendeu, é porque você não precisa entender mesmo.

O fato de terem criado essa data em especial é interessante.
Há dia do amigo, da mãe, do pai e nada mais justo que criar o dia do “papai e mamãe”.

• Uhm… E como devo comemorar esse dia, KM?

Com certeza, não é em sites de filmes “de ação”.
Vamos à receita para se dar bem no dia do sexo:

– Arranjar um parceiro do sexo oposto;
– Trocar carícias com o sexo oposto;
– Divertir-se com o sexo oposto;
– Fazer sexo no oposto, no posto, no ponto, sei lá.

Obs: Você pode optar por um parceiro do mesmo sexo. Fica a seu critério.

• Por que o dia do sexo antecede o Dia da Independência do Brasil?

O dia da Independência do Brasil é só uma máscara social para camuflar o clandestino sistema de vendas de “pílulas do dia seguinte”.
Acreditem nisso…

E, afinal, como surgiu o sexo?

Antes de mais nada, quero pedir absolvição dos membros do alto escalão do clero que rege todos os pecadores que aqui na Terra se encontram.
Tá, é brincadeira.

Num belo dia, muitos e muuuitos anos antes de Cristo, havia um casal.
Eles eram o princípio de tudo. Foram criados para passar o tempo em um jardim, cultivando batatas e alimentando tigres siberianos com amoras e cerejas adocicadas.
Tudo era tão belo e perfeito. Tudo tão feliz.
Animais eram sempre vegetarianos.
Nenhum animal morria ou sentia dor.
As plantas, por sua vez, se regeneravam dentro da barriga dos animais que as devoravam. E de lá, já saiam novinhas em folha, prontas para serem deglutidas novamente.
Não havia fezes ou qualquer outra coisa que pudesse tirar o aroma suave das flores daquele enooorme jardim.

O casal era simples e feliz.
O nome do homem era Alazão. O nome da mulher era Veva.
Viviam nus, pois não havia “maldade” naquele jardim.
Podiam fazer de tudo, mas, como ordenou o Grande Gerente, não poderiam comer o fruto proibido que Veva carregava.
Sabendo da regra, a
serpente (?) enganou Alazão.
Intuiu-lhe a comer o fruto proibido de Veva.

Ironia do destino, maldição ou qualquer outro nome que queira definir, o danado do Alazão resolveu contrariar o Grande Gerente.

Alazão comeu o fruto proibido. 😮


•••

Depois de ver que os seres humanos colocados naquele Jardim para alimentar os animais estavam se alimentando, o Gerente disse: Vocês estão demitidos!
E, por conseguinte, muitos animais passaram a ser carnívoros e as plantas não mais se regeneravam.
Os animais ficaram loucos e passaram a fazer coisas erradas. Muito erradas…

Alazão e Veva tiveram dois filhinhos frutos daquela relação. Infelizmente, anos após o parto, um caiu e matou Abelardo.
Depois, o filho caído encontrou uma prima distante (que veio do ventre de quem?) e teve vários e vários filhos.

Graças ao filho que caiu, então, você está lendo este texto. 😀

[versão científica para a origem do sexo: Clique Aqui]

••••••

Comemore o Dia do Sexo à vontade. Não se reprima, não se reprima… Oohhh ♫.
Sexo é saúde. Sexo é vida.
ACIMA DE TUDO: Faça sexo com segurança!
Camisinha sempre.
E muito amor, é claro. 😀

Muito amor...

Nota do autor:

Prezados leitores,

Este post, de longe, teve o propósito de ser ofensivo.
Este é um blog de humor(?) e as informações nele contidas não passam de opiniões pessoais do autor.
Peço ao leitor que queira expressar sua opinião a respeito que envie um e-mail para
utilidadep@hotmail.com demonstrando o seu descontentamento, elogiando etc.
Que chato seria se a vida fosse tão inquestionável e nos limitasse os pensamentos, não é?!


KM ‘

Derrames cerebrais

março 3, 2010 Deixe um comentário

Olá, caros leitores, fiéis ou infiéis…
Não se preocupem ou fiquem temerosos com o tema desse post.
Se há algo que este blog nunca fez, foi ser de fato útil (na acepção maior da palavra, é claro).
Vamos falar, ainda que pouco, sobre essa temática um tanto quanto delicada.

O que é?

Derrame cerebral é o nome vulgar do AVC (Acidente Vascular Cerebral) e é causado por dois possíveis motivos: A falta de suprimento de sangue em determinada área do órgão super ninja – o cérebro – ou por hemorragia interna.

Um neurologista disse que se uma vítima de derrame cerebral for levada dentro das primeiras 3 (três) horas, ele pode reverter os efeitos do derrame… totalmente.
Ele disse que o segredo é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e receber o tratamento médico correspondente, dentro das 3 (três) horas seguintes, o que é difícil.

Reconhecendo um derrame:

Os sintomas são, muitas vezes, difíceis de se identificar. Com a nossa falta de atenção, infelizmente, torna-se ainda desastroso…
A pessoa pode sofrer severa consequência cerebral quando as pessoas que presenciam o acontecimento falham em reconhecer os sintomas.

Os médicos dizem que, agora, qualquer testemunha pode reconhecer um derrame fazendo à vítima três pedidos.
Nada de Aladin, nada de gênio… O assunto é sério.

  1. Sorria – Peça à vítima que esboce um sorriso.
  2. Fale – Peça à vítima que fale ou diga uma frase simples e coerente. Por exemplo: Eu comi bolo hoje.
  3. Levante os braços – Peça à vítima que levante os seus braços.

Mas como vou mandar a pessoa fazer essas coisas num momento desses?! Tá louco, KM?

Nãããão, meus leitores… Como eu disse, o assunto é sério.
Estes três passos devem ser avaliados pois, se a vítima tiver algum problema em realizar QUALQUER destas tarefas, chame a emergência imediatamente e descreva-lhe os sintomas.
Ou leve-a rapidamente até a clínica ou hospital mais próximo, se estiver de carro.

Outro sinal de derrame: A língua 😛 (ou, se preferir, “the tongue”)

– Peça à pessoa em questão que ponha a língua pra fora. Se ela estiver torcida e mexendo de um lado pro outro… É sinal de derrame, acredite.

Ora, mas isso não é óbvio? A pessoa se retorcendo no chão, língua balançando, é derrame na certa.

Errado. Pode ser uma “simples” convulsão, um colapso nervoso qualquer.
Derrame é algo muito mais sério e requer atenção redobrada de todos os que presenciam alguma situação assim.
Deve-se ter o máximo de cuidado e, combinemos, um pouco de conhecimento num momento crítico pode realmente salvar vidas.

Basicamente, é isso.
Houve um motivo em especial para a realização deste post.

Mestre Macaco, como ficaria o indivíduo que não leu o post e encara uma situação assim?

Gostaria de relembrar que, apesar das comicidades contidas no post, o assunto é sério e requer uma reflexão.
Perdoe-me por qualquer inconsistência na matéria. Não tenho embasamento o suficiente para arrolar o tema com mais detalhes. Caso queiram mais informações, visitem a minha velha companheira: Wikipedia.

Grato pela sua visita!

KM ‘

Categorias:Saúde Tags:, ,

Sedentarismo

novembro 18, 2009 6 comentários

Hey oh!

Tá tudo certo com vocês, leitores?

O tema do telecurso post de hoje é… Sedentarismo.

Vocês logo ficaram temerosos em ouvir esta palavra, visto que grande maioria de vocês (senão todos) são/estão sedentários.

Como este é um blog com classificação indicativa de 10 anos, é bem provável que algumas pessoas não saibam a definição do vocábulo acima proferido.

Se eu estivesse de mal humor, pediria gentilmente que fossem ao Google e digitassem a palavra “Sedentarismo” para conhecer o significado da mesma.

Mas, como bem sabem, sou uma boa pessoa. Eis a definição:

O sedentarismo pode ser definido como falta de atividade física suficiente e pode afetar a saúde da pessoa.

Definição vaga, confesso. Mas é o suficiente por ora.

A falta de atividade física não significa “não praticar esportes”. Pessoas que costumam praticar atividades físicas regulares,  como limpar a casa,  caminhar para o trabalho (ou escola, ou padaria, ou qualquer lugar), realizar funções profissionais que requerem esforço físico, não são classificados como sedentários. O sedentarismo acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com atividades ocupacionais.

Sentado à frente da TV, comendo biscoito, tomando refrigerante. Imagem clássica dum sedentário.

Geralmente, associa-se a imagem a pessoas com o peso acima da média.

Isso se deve ao fato de que, por não haver atividades físicas regulares, não há perda de calorias. Certo?!

E o que vem depois?

Acúmulo das células gordurosas no organismo, o que proporciona a tão famosa… obesidade.

Mas não é disso que venho falar.

O real propósito deste post é… Alertar!

Eis algumas questões:

  1. Quais as doenças associadas à vida sedentária?
    O sedentarismo é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças. Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio são alguns dos exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.
  2. Como deixar de ser sedentário?
    Para que se atinja o mínimo de atividade física semanal, há várias propostas que podem ser adotadas de acordo com as possibilidades ou conveniências de cada um:
    • Praticar atividades esportivas como andar, correr, pedalar, nadar, fazer ginástica, exercícios com pesos ou jogar bola…
    Enfim: Mexer o esqueleto. Isso te ajudará, de modo geral, a melhorar a sua qualidade de vida. Segundo especialistas, recomenda-se a realização de exercícios físicos de intensidade moderada durante 40 a 60 minutos de 3 a 5 vezes por semana;

Convenhamos… Não é nenhum sacrifício. Temos tempo o suficiente para postar coisas no blog, twittar, orkutar, jogar videogame pesquisar, estudar, dormir, comer e não temos tempo para uma atividade física regular?

Pensemos um pouco a respeito de nossa situação diante da nossa saúde física!

Nunca é tarde!

Diga não ao sedentarismo… Para o seu próprio bem! 😀

%d blogueiros gostam disto: