Arquivo

Posts Tagged ‘Televisão’

Próxima novela…

setembro 26, 2010 Deixe um comentário

Vem aí, a próxima novela da Globo:

Disponível em HD  e também em 3D.
E você torce pra que ela te D.

Araguaia

KM ‘

Caminhar sobre a água

setembro 21, 2010 1 comentário

Como bem vimos em um post anterior (aqui), há algumas pessoas além de Jesus que possuem essa habilidade.
Sim, meus caros…

Domingo, no Programa Pânico na TV, temos um quadro chamado “Caminhando sobre a água“. Acho que é esse o nome.
O propósito do quadro é escalar um time de pessoas dispostas a encarar o desafio de caminhar sobre a água.
KM, isso é impossível! Não tem como andar sobre a água…

Bem… Claro que você não andará sobre a água bem como os ninjas de Naruto fazem.
Mas vocês podem correr uma certa distância!
Olha que legal!

Nossa, o Pânico na TV é super original ao trazer isso pra TV, né?
Né!
Eles trouxeram da internet, claro.
Mas o que se discute não é a originalidade, haja vista que tudo na TV é algo reciclado de outra coisa previamente apresentada.
Às vezes, descaradamente copiado, mas enfim.

No dia 18 de maio, na época que eu era vagabundo e ficava na internet em busca de coisas legais e não-eróticas (rham!), encontrei um vídeo que me fez falar:
BARALHO, que F*DA! Quero fazer isso também!

Eis então, o próprio… Roda aí, “próprio”.

“… you have to run so fast…”

A priori, eu pensei que era fake. Os caras dão muitos passos sobre a água.
That’s unbelievable!
O vídeo está em inglês (Oh, really?) mas já dá pra vocês sacarem a ideia, right?

Para conseguir andar com mais facilidade, os caras inventaram um tênis especial que tem a propriedade de repelir a água, facilitando o processo da caminhada.
A superfície do lago, rio, piscina de 1000 litros, deve estar plana e calma.
Portanto, ó criatura aventureira, não vá pegar o seu tênis Olympikus Tube ou o seu Bout’s achando que dará certo.
Não tente, também, fazer isso em uma piscina.
É possível, mas improvável.

A propósito, ATENÇÃO:

Jamais, sob hipótese alguma, de jeito maneira nenhuma faça isso caso não saiba nadar.
That’s it for now,  readers. 😀

ATUALIZAÇÃO em Janeiro de 2014:
já tinha visto que era fake há algum tempo, mas não vim aqui corrigir, então fica a triste notícia: é falso, é lorota, balela, mentira pura. Droga, fomos enganados…

KM ‘

Tô pagando…

agosto 27, 2010 1 comentário

Samurai quer ver bumbum mexer,
Samurai quer sushi pra comer,
Samurai quer amarrar o tchan,
Samurai quer Tchan Tchan Tchan Tchan… ♫

É com esse incrível sucesso dos anos 90 que inicio o post de hoje, trazendo-lhes o que há de mais inútil na internet.

Você está assistindo à televisão, zapeando, passeando por toda a programação e, de repente, você se vê diante do programa “Casos de Família”, exibido pelo SBT.
Até aí tudo bem. Você pode, em uma fração de segundos, trocar de canal e seguir em frente em sua navegação televisiva.
Mas algo te prende.  Isso mesmo…
O baixo nível da programação.

Você quer rir e o filme da sessão da tarde está, mais uma vez, entediante.
O SBT está transmitindo um barraco, um pega pá capá, um arranca rabo entre algumas pessoas no “Casos de Família”.
Você então percebe que pode dedicar alguns minutos da sua preciosa vida olhando para os casos da vida dos outros. E o melhor de tudo: RIR de tudo aquilo.

Pois bem… Eis um caso que poderá fazê-lo rir por alguns segundos, minutos, dias ou quem sabe até, ânus anos.
Tá, eu exagerei.

Ah, KM… Mostra o logo o negócio aí, caramba… Cansei de ler!

Descrição:

A moça queria comprar um notebook e… Ah, assistam ao vídeo!

“Chama o gerente, fi. Eu tô pagando, eu quero comprar um náite brúique…”

Você sorri, se diverte com a falta de educação básica alheia e continua rindo pro resto do dia.
“Casos de Família” realmente é uma ótima(?) programação para as suas tardes.

Enjoy it! 🙂

PS: Isso é cupa desse país que num da acistença e da pobrema na inducassão…
E não é que é verdade?!

KM ‘

TV: Para quê te ver? [Parte 1]

outubro 9, 2009 4 comentários

Primeiro post deste blogueiro que vos fala, então não levem a mal quaisquer incoerências com o universo global… Digo… “Blogal”.
Tratarei aqui de um tema muito recorrente em nossas vidas:
A influência da Televisão. Você certamente já se exauriu de tanto ouvir falar disso, não é verdade?
Você já deve ter ouvido várias pessoas criticando a atitude da TV
(ou talvez você mesmo o tenha feito) em relação à manipulação ideológica que a mesma efetua sobre nós, pessoas comuns, incomuns, super-heróis, médicos, psicólogos e até, acredite, chimpanzés.

• TV Begins: A Cavaleira das Trevas

Será mesmo? Será verdade que a TV é a “escuridão” do mundo? Não é bem assim…  Aos que costumam criticar tudo e todos da Televisão, peço apenas que revejam seus pensamentos.
Com certeza você já foi um dia “dependente” dela, assistia a desenhos, novelas, filmes
(ainda que fosse “A Lagoa Azul Edição 38”), e a utiliza para alguma coisa (para o futebol de domingo, para o filme pornô, pro vício do Ps2, principalmente!).
Para estabelecermos uma relação clara do que falarei, dividiremos a TV em duas (2) partes.
A TV como simples eletrodoméstico e A TV como veículo de “informação”. É deste último que tratarei.

Por que então surgiu esse paradigma de que TV é algo from hell ??
Ora, meus caros… Em qualquer lugar há pessoas horríveis e ambiciosas (no sentido pejorativo da palavra).
Já virou clichê esse tipo de crítica.
Também pudera: Charlatães, péssima programação, jornalismo de quinta
(de domingo, de sábado, de qualquer dia!), babaquices e banalizações de quase tudo e todos e etc.
Listemos alguns exemplos:


• Ícones da Igreja do Santo de A a Z (nome fictício?) abusando da inocência de pessoas lerdas, burras, “whithout brain” desprovidas de intelecto bem desenvolvido e conhecimento, eeeeeeeenchem a cabeça dos pobres coitados de falsas esperanças, falsos milagres, falsos profetas ou sei lá mais o quê que é falso.

[Chamá-los de “falsos” é até elogio, combinemos!]


Ora… “Autor”, isso já não é generalizar? Nem todo mundo é assim e nem por isso a TV deixará de ser tão boa pra tantas coisas.
Sim, pequena criatura prestes a se revoltar… Em nenhum momento eu disse que a TV só era composta de coisas ruins! Há muitíssimas coisas boas como a Juju Panicat (@jujupanicat, sigam no Twitter), a Sabrina Sato, a Hebe Camargo… ops, esta não! (Você gosta? Então chupa o dedão do pé, leitor… Francamente!)

Aí você provavelmente dirá algo do tipo: “OMG! E daí? Que se f#dam os aproveitadores de burricos fiéis alheios!”
Eu digo: Provavelmente algum parente seu é alguém assim! Então preocupe-se! Pode ser o dinheiro do sua festa de 15 anos, da “cachaçada” dos seus 18 anos, do “amigo-secreto” do seu Natal que esteja indo pros bolsos dos nossos santíssimos salvadores.

obs: Há sim os programas que têm pessoas boas em sua programação. Nem todos são como os riquíssimos bispos, pastores, coroinhas e afins. Os que não são, estão tentando chegar lá.
Acredite sempre no bem, leitor. Não polua sua mente com pensamentos malévolos. Isso é coisa do diabo!

• Programa + Ação? Não! Geralmente a TV só tem ação nos filmes brasileiros onde a putaria os policiais se mostram cruéis como devem ser. Ou em filmes como “Xuxa Gêmeas”, onde a musicalidade nos causa uma dose extra de adrenalina!
Canais locais, geralmente têm uma programação muito mais divertida que quaisquer canais pagos e conceituados. São travestis na delegacia revogando 20 reais, bêbados ameaçando matar 1.000, alegando ser cabra “hômi”, esgotos da cidade, população menos abastada rindo com os sorrisos “Yellow Fresh” e afins. Com certeza você riria muito mais com isso do que com qualquer “Zorra” que lhes tentem empurrar.

•  Salvo raríssimas exceções, o dito “jornalismo televisivo” atual está uma lamúria só. Talvez porque não seja mais necessário ter diploma pra atuar como jornalista. Basta ir à papelaria mais próxima, solicitar uma via de “jornalismo” com o grau que você quiser.
Gradua-se o jornalista com dias da semana: Jornalista de segunda, de quinta e por aí vai.

Enfim, fatigados leitores…
Se você conseguiu chegar até aqui depois de ler tudo, aproveite e tome um ar
(Ou um Martini, se preferir!)… Em breve tem mais. Prometo ser mais conciso da próxima vez… Farei com carinho e prometo que não vai doer.

Agora, se você não leu, vou anotar seu nome no Death Note!


(Brincadeirinha, amiguinhos!)

%d blogueiros gostam disto: