Arquivo

Posts Tagged ‘Trabalho’

Viva!

setembro 2, 2013 1 comentário

E mais um dia começa…

Ela acorda antes do despertador, espera o mesmo tocar e enrola pra levantar. Nesse tempo pensa: “O que farei de bom hoje?” ou “Será que preciso mesmo levantar?” ou “Pra quê trabalhar mesmo?”, não acha respostas, mas, mesmo assim levanta com o pensamento: “Espero que esse dia acabe logo!“.

Toma um banho demorado pra acordar, pensa nas responsabilidades, nos problemas, pensa no que fez a noite passada, pensa no rapaz que gosta, pensa tanto que já está atrasada. Arruma-se em 5 minutos, não toma café, pois isso é luxo pra quem está atrasado. Lembra-se do transporte que tem que pegar pra chegar ao trabalho e já fica com preguiça, mas, também se lembra de paixonites platônicas que irá encontrar no metrô e isso dá um ar de felicidade, mas, ainda sim espera o que dia acabe logo.

Chega ao trabalho e estão todos estão bem-humorados. Imagina o que aconteceu com eles pra tanto bom humor. Senta na sua mesa e já se irrita, pois a faxineira mexeu na mesa pra limpar e largou tudo bagunçado. Abre o e-mail e tem várias tarefas para ser realizada, nem começa o expediente e já está rezando para que o dia acabe logo.

Almoço, um momento de paz, de descanso, de felicidade, pena que dura apenas uma hora e antes mesmo que acabar os problemas voltam para assombrar. Por que esse dia não acaba logo?

Fim de expediente, mais uma vez vem o transporte público e desânimo. Imagina que legal seria sair, ir ao cinema, encontrar uns amigos, mas não vai para casa, descansa, não faz nada, assiste alguma coisa, lê um livro, come e vai deitar cedo, finalmente o dia está acabando, mas, amanhã começa tudo de novo. Antes de dormir, lembra-se do dia, lembra-se do que poderia ter feito, lembra-se do que fez e lembra que o dia passou e não fez nada de bom, nada relevante, apenas sobreviveu mais um dia e lá se foi mais um dia na sua vida…

 

GameOver

1L”

ps. Se ler o texto, por gentileza, dê uma nota para ele. Obrigado.

Anúncios

Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias #018

agosto 10, 2010 Deixe um comentário

O “Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias” publicado semanal ou mensalmente ¬¬ atinge a maioridade!
Êê~eêÊe~E~e~eê!
18. Entendeu?

Eu sei que vocês ficam ávidos por mais um post deste blogueiro que vos escreve neste momento.
Eu já comentei aqui que estou trabalhando, não é?
Pois é. Eu sei que já comentei. Foi uma pergunta retórica. Só quis ressaltar porque gostei da sonoridade da palavra “trabalho”.

Ai, KM… Por que você sempre tem que bater um papinho informal e entediante no começo dos seus posts?
Resposta: Para manter um vínculo afetivo com os queridos leitores.
Tá, é mentira.
É só vontade de descontrair mesmo.

Vamos, pois, ao post de hoje.

– Imagine a cena –

Haja vista que a prolixidade polinêmica é um estado da pseudocodopsia cambriana, será que a ficoeritrina é também um componente da minha estrutura?
Pensar nisso me estressa às vezes…

A partir do pensamento a seguir, pode-se inferir que ele pertence a:

a) Um nerd ;
b) Um pseudocult;
c) Uma cacatua caolha;
d) Uma planta;
e) Um coral.

Se você chutou a alternativa número c), meus parabéns: Você errou!
Se chutou uma das duas óbvias a) ou b), advinhem… Erraram.

Sobraram, pois, a d) e a e). anabolizante?

Vamos então à revelação bombástica do dia:

Eu nunca mais dormirei com a consciência tranquila depois de ler esta informação.
Tá, é mentira.
Vamos à explicação científica para tal:

Plantas estão aptas a ‘lembrar’ e ‘reagir’ à informação contida na luz, segundo pesquisadores.
Plantas, dizem os cientistas, transmitem informação sobre a intensidade e a qualidade da luz de uma folha para outra de modo similar ao nossos sistemas nervosos.
Esses ‘sinais eletroquímicos’ são carregados pelas células que agem como ‘nervos’ das plantas.
Em seus experimentos, os cientistas mostraram que a luz que brilhou em uma folha fez com que toda a planta respondesse.
E a reação, que tomou a forma de reações químicas induzidas pela luz nas folhas, continuou no escuro.
Isto mostrou, segundo eles, que a planta ‘lembrou’ da informação contida na luz.

BBC

Incrível, não é?!
Ai, KM, não entendi nada…

A plantinha tá no escuro. Ilumina-se uma única folha.
A plantinha toda recebe o sinal luminoso mesmo com uma única parte iluminada.

E o que diabos isso tem a ver com o pensamento?

Bem, como eu estou com extrema preguiça de explicar o processo, clique aqui para visualizar o link do blog “Tudo sobre plantas”.
Super recomendado mesmo.
É uma curiosidade interessante e vale a pena a leitura.

Vou dormir com medo do que a grama pensa de mim quando piso sobre ela…

That’s all for now! 😀

Se você, assim como o autor deste post, achou que isso ficou extremamente desconexo e confuso, vote com as estrelinhas aí embaixo.

via, via.


KM ‘

Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias #016

julho 7, 2010 2 comentários

Olá, olá, olá, caros leitores…
Eu sei que vocês estavam morrendo de saudades da minha presença por aqui.

Onde você estava, KM? Fiquei esperando um post seu por dias…

Acalmem-se. Aqui estou eu novamente com uma curiosidade diária que não é diária.
“O nome do post é ‘Aprenda Alguma Coisa Todos os Dias’ mas nunca tem uma curiosidade todo dia.” – Disse um amigo meu.
Isso é verdade. Eu ri quando ele fez essa observação.

Acontece que eu estive “vivendo uma vida social” no último fim de semana.
Bom pra mim. Bom pra quem estava ao meu lado.
Ruim pra quem não estava. Ruim para quem acompanha o blog.
Para compensá-los Tá, eu sei que não vai compensar, trago mais um post com uma curiosidade interessante.

Curiosamente, ora vejam só, a curiosidade é também um retrato do meu fim de semana.

Se, a partir do que eu disse, você presumiu que eu também sou um dos adultos que não dormem as recomendadas horas de sono, meus parabéns. You’re PH#DA!
Festas, trabalho e outras coisas consumiram o meu tempo no fim de semana.
Há algo de errado na afirmação acima, não é?
Aos que se depararam com a palavra trabalho e se espantaram, saibam que é verdade. Mas isso não vem ao caso.

Se você é adulto e pertence a estes 97%* da população mundial que dorme mal, preocupe-se e mude já os seus hábitos.
Uma noite de sono é fundamental para que o cérebro possa descansar e melhorar o seu desempenho de memória, imaginação, criatividade, raciocínio e etc.
Numa comparação, digamos, geek, eu diria que a falta de uma boa noite de sono seria como não limpar a memória cache do seu navegador. Se você limpa (dorme), você abre espaço para maior organização cerebral e agiliza o seu navegador (o cérebro).

Meio sem nexo?
Ok, ok… Eu estou com sono. Muito sono.
Tá vendo o que acontece? Eu também fico muito estranho.

Em três dias, dormi 12 horas. Isso não é bom.

Aaah, já ia me esquecendo:
O sono é  fundamental para o crescimento! É durante o sono que o GH (growth hormone – hormônio do crescimento) é liberado e permite que crianças e adolescentes tenham um ótimo desenvolvimento no que diz respeito a estatura.
Se, a partir do que eu disse, você presumiu que eu, enquanto adolescente, não dormia porque ficava demais no PC ou por quaisquer outros motivos, entendendo assim que esse seria um dos principais fatores da minha falta de estatura desenvolvida, meus parabéns. You’re PH#DA again!

Crianças e adolescentes leitores deste blog, façam o favor de dormir para que cresçam fortes, saudáveis e com ótima memória.
“Virar zumbi” não é algo interessante, acreditem.
E, chegando à fase adulta, façam o favor de pertencer ao grupo dos 3%** (os que dormem bem).

That’s it for now…

via

Os valores * e ** estavam invertidos. Observação feita pela leitora Rebeca Menezes.

KM ‘

Sedentarismo

novembro 18, 2009 6 comentários

Hey oh!

Tá tudo certo com vocês, leitores?

O tema do telecurso post de hoje é… Sedentarismo.

Vocês logo ficaram temerosos em ouvir esta palavra, visto que grande maioria de vocês (senão todos) são/estão sedentários.

Como este é um blog com classificação indicativa de 10 anos, é bem provável que algumas pessoas não saibam a definição do vocábulo acima proferido.

Se eu estivesse de mal humor, pediria gentilmente que fossem ao Google e digitassem a palavra “Sedentarismo” para conhecer o significado da mesma.

Mas, como bem sabem, sou uma boa pessoa. Eis a definição:

O sedentarismo pode ser definido como falta de atividade física suficiente e pode afetar a saúde da pessoa.

Definição vaga, confesso. Mas é o suficiente por ora.

A falta de atividade física não significa “não praticar esportes”. Pessoas que costumam praticar atividades físicas regulares,  como limpar a casa,  caminhar para o trabalho (ou escola, ou padaria, ou qualquer lugar), realizar funções profissionais que requerem esforço físico, não são classificados como sedentários. O sedentarismo acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com atividades ocupacionais.

Sentado à frente da TV, comendo biscoito, tomando refrigerante. Imagem clássica dum sedentário.

Geralmente, associa-se a imagem a pessoas com o peso acima da média.

Isso se deve ao fato de que, por não haver atividades físicas regulares, não há perda de calorias. Certo?!

E o que vem depois?

Acúmulo das células gordurosas no organismo, o que proporciona a tão famosa… obesidade.

Mas não é disso que venho falar.

O real propósito deste post é… Alertar!

Eis algumas questões:

  1. Quais as doenças associadas à vida sedentária?
    O sedentarismo é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças. Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio são alguns dos exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.
  2. Como deixar de ser sedentário?
    Para que se atinja o mínimo de atividade física semanal, há várias propostas que podem ser adotadas de acordo com as possibilidades ou conveniências de cada um:
    • Praticar atividades esportivas como andar, correr, pedalar, nadar, fazer ginástica, exercícios com pesos ou jogar bola…
    Enfim: Mexer o esqueleto. Isso te ajudará, de modo geral, a melhorar a sua qualidade de vida. Segundo especialistas, recomenda-se a realização de exercícios físicos de intensidade moderada durante 40 a 60 minutos de 3 a 5 vezes por semana;

Convenhamos… Não é nenhum sacrifício. Temos tempo o suficiente para postar coisas no blog, twittar, orkutar, jogar videogame pesquisar, estudar, dormir, comer e não temos tempo para uma atividade física regular?

Pensemos um pouco a respeito de nossa situação diante da nossa saúde física!

Nunca é tarde!

Diga não ao sedentarismo… Para o seu próprio bem! 😀

%d blogueiros gostam disto: